domingo, 5 de junho de 2016

entre riscos e rabiscos

[Nos períodos difíceis da minha vida rabiscar frases me traz o mesmo conforto que a reza para quem tem fé: através da linguagem ultrapasso meu caso particular, comungo com toda a humanidade. Toda dor dilacera; mas o que a torna intolerável é que quem a sente tem a impressão de estar separado do resto do mundo; partilhada ao menos ela deixa de ser um exílio. (…) Em minha opinião, essa é uma das funções essenciais da literatura: superar a solidão que é comum a todos nós e que, no entanto, faz com que nos tornemos estranhos uns aos outros].


Simone de Beauvoir

Nenhum comentário:

Postar um comentário